sexta-feira, setembro 18, 2009

...


não sobrevivo sem abraços mas raramente os peço.


c

terça-feira, setembro 15, 2009

A epidemia global está a alastrar a um ritmo vertiginoso.

A epidemia global está a alastrar a um ritmo vertiginoso.
OMB (Organização Mundial do Bem Estar), prevê que biliões de pessoas serão infectadas no prazo de dez anos.

Os sintomas desta doença terrível:

1 - Tendência para ser guiado por sua intuição pessoal em vez de agir sob a pressão dos medos, das premissas e condicionamentos do passado.

2 - Total falta de interesse em julgar os outros, julgar-se e interessar-se em tudo o que leva ao conflito.

3 - Perda total da capacidade de preocupar-se (este é um dos sintomas mais graves)

4 - Prazer constante em apreciar as coisas e as pessoas tal como elas são, causando a extinção do hábito de querer mudar os outros.

5 - Desejo intenso de se transformar positivamente para gerir seus pensamentos, emoções, corpo físico, sua vida e seu ambiente físico constantemente para desenvolver o seu potencial para a saúde, a criatividade e amor.

6 - Repetidos ataques de sorriso, aquele sorriso que diz "obrigado" e dá um sentido de unidade e harmonia com todas as coisas vivas.

7 - Abertura constantemente crescente ao espírito de infância, à simplicidade, ao riso e à alegria.

8 - Momentos cada vez mais frequentes de comunicação consciente com a alma, não-dual.... Ser, o que dá uma agradável sensação de plenitude e felicidade.

9 - Prazer em comportar-se como curandeiro que traz alegria e luz, em vez de críticas ou indiferença.

10 - Capacidade para viver sozinho, em casais, em família e sociedade na fluidez e igualdade, sem se comportar como vítimas, mauzões ou salvadores.

11 - Sentimento de se sentir responsável e orgulhoso em oferecer ao mundo os sonhos de um futuro abundante, harmonioso e pacífico.

12 - Aceitação completa de sua presença na Terra e de escolher a cada momento, a beleza, a bondade, a verdade e a vida.


Se você quiser viver com medo, dependência, conflito, doença e conformismo, evitar contacto com pessoas com esses sintomas.

Esta doença é extremamente contagiosa !

Se você já tem os sintomas, saiba que sua condição é provavelmente irreversível.

O tratamento médico pode eliminar alguns sintomas temporariamente, mas não consegue resistir ao inevitável progresso da doença.

Nenhuma vacina anti-felicidade existe !

Como esta doença da felicidade causa uma perda do medo de morrer, que é um dos pilares centrais das crenças da sociedade materialista moderna, agitações sociais podem ocorrer, tais como greves do espírito guerreiro e da necessidade de ter razão, união de pessoas felizes para cantar, dançar e celebrar a vida, círculos de partilha e de cura, ataques de riso e celebração emocional e colectiva.

;o)

quarta-feira, setembro 02, 2009

Wednesday, September 02, 2009

Hugs For Free

What?...Hugs for free?!....What are they up to?
I was at Sentral when I saw 4 Malay kids with posters "HUGS FOR FREE" attached on their shirts. They were from age about 13 to 5. 2 boys and 2 girls.
I saw them hug a few people.
They approached my wife and I when they saw me look at their direction. They smiled and politely asked,"Do want a free hug?"
When we asked them why are they giving away free hugs, they just shrugged and said that they just want to give people friendly hugs.
They did not care what race we were or our status in the society. When they hugged us, we felt a genuine connection from one human being to another, although I don't consider myself as a person who hugs!
What a good idea to bring a nation together regardless of race, religion or colour.
I am sure it took a lot of courage on the part of the kids to offer hugs to a strangers but they did leave a meaningful impact on me that there is still hope for us as a nation to come together.
Action goes a long way then just saying "1 Malaysia".
Their parents, who were surely keeping a close watch on them as they went around, must be extremely proud of them.

Posted by: Yogeswaran Gopala Krishnan

terça-feira, setembro 01, 2009

Hug

There's something in a simple hug That always warms the heart;

It welcomes us back home And makes it easier to part.

A hug's a way to share the joy And sad times we go through,
Or just a way for friends to say They like you 'cause you're you.

Hugs are meant for anyone For whom we really care,
From your grandma to your neighbor,
Or a cuddly teddy bear.

A hug is an amazing thing - It's just the perfect way
To show the love we're feeling But can't find the words to say.
It's funny how a little hug Makes everyone feel good;
In every place and language, It's always understood.

And hugs don't need new equipment,
Special batteries or parts -
Just open up your arms
And open up your hearts.


Anonymous

o abraço

De repente apeteceu-me abraçar-te
com força, muito apertado
neste momento encantado
sentires o calor do meu coração
as nossas almas fundirem-se numa só
num amplexo tão inocente
como se fossemos duas crianças

sem maldade
sem medos
sem pressa de chegar

O peculiar de mãos entrelaçadas
em doces sintonias
embalado pela saudade
emoções brotam, neste entardecer
deleito-me no leito da alma.


Isa

Aids is not transmited like this, but love is...

video

quarta-feira, agosto 19, 2009

...


... quero. ficar. pendurada. nos teus abraços... como um ramo dançando. ao vento.



c